6 dicas para deixar a sua casa mais segura nas férias

Outubro Rosa: Conheça o seguro feito especialmente para mulheres
4 de outubro de 2016
manutenção automóvel
Evite imprevistos na estrada com a manutenção preventiva
14 de dezembro de 2016

O período de férias geralmente é sinônimo de lazer e tranquilidade. No entanto, algumas pessoas que vão viajar retornam para suas casas com surpresas desagradáveis, como furtos e invasões. Entre novembro e janeiro a ocorrência deste tipo de crime chega a ser até 20% maior, já que muitas famílias deixam suas residências para viajar. Mas não são só os roubos que podem render surpresas desagradáveis: é também nesta época do ano que são registrados 10% mais danos elétricos.

Para se proteger destes inconvenientes, siga estas dicas e garanta férias ainda mais tranquilas:

 

1. Conte com a proteção de um seguro residencial

Antes mesmo de fazer as malas, garanta a proteção do seu patrimônio. As coberturas básicas de um seguro residencial protegem a sua casa contra incêndios, raios e explosões. Além disso, é possível reforçar a segurança com a cobertura adicional de danos elétricos, roubo ou furto qualificado de bens, entre outras. Se você possui animais de estimação e não puder levá-los nas férias, há algumas modalidades de seguro com assistência para acomodação dos pets. Dependendo da modalidade da contratação, o valor investido chega a ser até 10 vezes menor do que um seguro de automóvel. Clique aqui para fazer uma simulação e proteger o seu lar.

 

2. Não divulgue a sua viagem para pessoas estranhas

Quando o assunto é segurança, todo o cuidado é pouco. Por isso, não conte a estranhos os seus planos de viagem, como destino, duração e dias da sua ausência. Isso também vale para as redes sociais. Antes de compartilhar fotos das suas férias, verifique as suas configurações de privacidade e garanta que apenas as pessoas de confiança terão acesso as suas postagens.

 

3. Deixe a chave da sua casa com alguém de confiança

Se você tiver familiares, amigos ou vizinhos de confiança que puderem ficar de olho e movimentar a sua casa, conte com eles. Peça para que recolham a correspondência e, se possível, que entrem na garagem e abram as janelas em algum momento. A ideia é mostrar que a casa tem movimentação e que não está, portanto, vulnerável.

 

4. Use a tecnologia a seu favor

Considere a possibilidade de investir em câmeras de segurança na parte externa da sua residência. Além de registrar movimentações estranhas, em alguns casos as imagens são transmitidas pela internet, permitindo acompanhamento em tempo real. Em algumas seguradoras, contar com um sistema de segurança eletrônica pode abater o valor do seguro residencial. Se não puder investir em câmeras, conte pelo menos com um alarme e um sistema de fotocélula para apagar e acender as luzes externas. Uma casa com luzes acesas ou apagadas o tempo inteiro são vistas como vulneráveis pelos bandidos. Também é importante desligar a campainha, para não dar a certeza de que não tem ninguém em casa.

 

5. Desligue aparelhos eletrônicos da tomada

Como comentamos no início do texto, a incidência de danos elétricos é 10% maior nesta época do ano. Principalmente pela ocorrência de chuvas de verão, com queda de raios. Para evitar danos aos seus aparelhos e até mesmo incêndios, melhor deixar tudo fora da tomada.

 

6. Feche registros de água e gás

Isso ajuda a evitar alagamentos e vazamentos de gás, que podem levar a uma explosão. Se ninguém estiver ocupando a casa, não faz sentido deixar água e gás disponíveis, não é mesmo?

 

Agora que você já sabe como deixar a sua casa mais segura, clique aqui para saber mais sobre o seguro de viagem e garantir férias ainda mais tranquilas.

casa protegida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.